domingo, maio 22, 2022

Últimas Postagens

ortopedista revela 9 dicas para escolher um bom calçado



Escolher o tênis ideal para correr, andar de bicicleta, fazer musculação ou, simplesmente, saber como ter um bom calçado para usar no dia a dia, é fundamental para a saúde e o bem-estar das articulações do corpo.

Não é segredo que os pés são responsáveis por absorver o impacto inicial de grande parte das atividades que realizamos durante o dia. Toda essa energia é dissipada para os tornozelos, joelhos e quadris. E, quando você não usa um tênis ideal para suas necessidade, isso pode causar sérios danos ortopédicos para o corpo.

“Sapatos mal ajustados podem ser dolorosos e causar problemas sérios nos pés como: calos, joanetes, deformidade nos dedos, dor no calcanhar e até fraturas por estresse. Não confie no fato de que você sempre usou um certo tamanho”, explica o ortopedista Dr. Bruno Miranda, membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT).

Por esse motivo, o especialista separou nove dicas que vão te ajudar na hora de escolher o tênis ideal e não sair por aí com um calçado que pode prejudicar a saúde articular. Confira:

1. Seus dois pés têm o mesmo tamanho? A maioria das pessoas tem um pé maior que o outro. “Certifique-se de ter os dois pés medidos e de experimentar um novo calçado nos dois pés”, recomenda.

2. Tem a hora certa para medir o pé? O ideal é que ele seja medido no final do dia quando seus pés estão maiores, por conta do inchaço que se acumula ao longo do dia. “Você precisa ter certeza de que está confortável durante todo o dia e não apenas quando você sai de casa pela manhã. Então, procure não comprar calçados pela manhã, mas quando seu pé está mais inchado”, diz.

3. Não confie apenas no que está escrito no sapato. Assim como as roupas, o tamanho marcado dentro do sapato pode ser diferente dependendo da marca. “Tenha em mente que o tamanho do seu sapato é apenas um ponto de partida, uma referência, na hora de selecionar o correto, pois o tamanho pode mudar conforme o fabricante”, conta o médico.

4. Olhe para a forma do sapato. Certifique-se de que a forma do sapato se assemelha à forma do seu pé e se encaixa confortavelmente nele. “Se, ao bater o olho, você ver que o sapato é largo ou estreito demais, não arrisque”, aconselha o ortopedista.

5. Não confie que o tênis vai “amaciar”. Nunca espere que sapatos se tornem confortáveis com o tempo. “O calçado escolhido tem que estar confortável já na hora da compra. Ele deve se encaixar bem quando você o comprar e não oferecer nenhum incômodo”, afirma o Dr. Miranda.

6. Verifique a largura. A parte mais larga do seu pé (antes dos dedos começarem) deve caber confortavelmente na parte mais larga do sapato. “O conforto nessa região do pé é essencial para a saúde”, revela.

7. Veja a profundidade. O tênis deve ser profundo o suficiente para caber seus dedos, especialmente se você tem deformidade neles. “Se a parte da frente do sapato for muito apertada, seus dedos sofrerão atrito na parte superior do sapato e você sofrerá com calos ou até feridas, sendo um risco ainda maior para pacientes diabéticos”, alerta o especialista;

8. Observe o espaço no final do calçado. Levante-se e certifique-se de que há um certo espaço entre o dedão mais longo (geralmente o segundo dedo do pé) e a extremidade do sapato. “Você não vai querer deixá-lo apertado, ainda que os outros tenham folga. Há perigo de perder a unha, entre outros”, ressalta o ortopedista.

9. Não esqueça de testar. Sempre fique de pé e ande com os calçados novos pela loja, para ver se eles estão confortáveis e se encaixam bem. Seu calcanhar não deve escorregar, sair do sapato ou deslizar enquanto você caminha.

VER MATÉRIA ORIGINAL

Latest Posts