terça-feira, dezembro 7, 2021

Últimas Postagens

Farsul alerta para aumento dos custos de produção de arroz

A Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul) está preocupada com o custo da produção do arroz no estado.

De acordo com a entidade, apenas para cobrir os custos de produção, os rizicultores do Rio Grande do Sul vão precisar que o saco de 50 kg do cereal seja comercializado, no mínimo, por R$ 76,32 ao final da colheita. Esse valor era de R$ 70,37, em agosto de 2021; e de R$ 60,54, no mesmo período de 2020.

Arroz. Foto: Elton Nolasco

Segundo a Farsul, os fertilizantes foram responsáveis por uma alta de 74% na evolução dos custos em 12 meses, entre agosto de 2020 e 2021. Já o preço do frete cresceu 39%; sementes, 32%; capital de giro, 26%; químicos, 21%; e operações mecânicas também 21%.

Comercialização

A Farsul diz que o preço de comercialização do produto não acompanhou o movimento.

“Em agosto de 2020, o saco de 50 kg era vendido por R$ 79,20, o valor de equilíbrio era de R$ 60,50; já em agosto deste ano, o preço do saco era de R$ 77,10, enquanto os custos representavam R$ 70,10, diferença de 9,5%”, afirma a entidade.

O diretor administrativo da Farsul e coordenador da Comissão do Arroz da Federação, Francisco Schardong, demonstra apreensão com o quadro. “Se olharmos a projeção para esta safra 2021/2022, nos causa um pouco de preocupação. Não teremos a margem que houve na passada e hoje estamos trabalhando em cima de números que foram muito achatados pelo custo de produção. Isso realmente acendeu a luz amarela”, diz.

VER MATÉRIA ORIGINAL

Latest Posts

Não Deixe de Ler