terça-feira, novembro 30, 2021

Últimas Postagens

Facebook e Instagram apagam live de Bolsonaro com fake news sobre Aids e vacina da Covid-19

A live realizada na última quinta-feira (21) em que o presidente Jair Bolsonaro diz, sem provas, que a vacina contra a Covid-19 causa Aids foi derrubada pelo Facebook e pelo Instagram.

A medida faz parte do combate dessas redes sociais à desinformação. Vídeos do presidente já haviam sido apagados do YouTube pelo mesmo motivo. Contudo, essa é a primeira vez em que a live semanal de Bolsonaro é apagada do Facebook.

publicidade

A plataforma de Mark Zuckerberg informou que suas políticas não permitem a publicação de notícias falsas sobre a pandemia da Covid-19. “Nossas políticas não permitem alegações de que as vacinas de Covid-19 matam ou podem causar danos graves às pessoas”, disse um porta-voz.

Facebook e Instagram derrubam live de Bolsonaro

Na live realizada na última quinta e derrubada pelo Facebook, Bolsonaro lê uma mensagem falsa dizendo que há relatórios do governo do Reino Unido mostrando que pessoas vacinadas estão desenvolvendo Síndrome de Imunodeficiência Adquirida (AIDS).

“Só vou dar notícia, não vou comentar. Já falei sobre isso no passado, apanhei muito…vamos lá: ‘relatórios oficiais do governo do Reino Unido sugerem que os totalmente vacinados… quem são os totalmente vacinados? Aqueles que depois da segunda dose né… 15 dias depois, 15 dias após a segunda dose.. totalmente vacinados…estão desenvolvendo Síndrome da Imunodeficiência Adquirida muito mais rápido do que o previsto. Portanto, leiam a matéria, não vou ler aqui porque posso ter problema com a minha live”, comentou o presidente.

Ao G1, o Departamento de Saúde e Assistência Social do Reino Unido, confirmou que se trata de uma fake news. Segundo o órgão, não existem relatórios fazendo a tal associação e nenhum indício de que a Aids possa ser causada por vacinas.

Leia mais:

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!



VER MATÉRIA ORIGINAL

Latest Posts

Não Deixe de Ler