domingo, novembro 28, 2021

Últimas Postagens

Ex-funcionária que denunciou Facebook depõe em parlamento: “É hora de agir”

A ex-funcionária do Facebook que denunciou a empresa por priorizar o lucro no lugar da segurança dos usuários depôs nesta segunda-feira (25) no Parlamento do Reino Unido. Segundo informou o jornal The New York Times, Frances Haugen, que é engenheira de dados, reforçou suas alegações apontando que os efeitos da rede social são nocivos para a sociedade, ao contrário das declarações públicas de líderes da big tech.

“Eu me apresentei porque agora é a hora de agir”, disse Haugen, comparando o Facebook a um “derramamento de óleo” o qual os governantes devem conter.

publicidade

Em um segundo momento, a ex-funcionária também contou que, apesar da empresa garantir que seu software de inteligência artificial capta mais de 90% dos discursos de ódio, o número é inferior a 5%.

“Eles são muito bons em dançar com dados”, afirmou, pedindo aos legisladores de políticas que reduzam o uso de “classificações baseadas em engajamento” no Facebook – processo do algoritmo onde, grosso modo, garante que quanto mais curtidas, mais engajamento. De acordo com a especialista em dados, o sistema prioriza e amplifica a polarização e o conteúdo extremo. 

“Raiva e ódio são a maneira mais fácil de crescer no Facebook”, disparou.

Ex-funcionária que denunciou Facebook depõe no parlamento britânico: “agora é a hora de agir”. Imagem: Divulgação CBS

“Crescimento acima da segurança”

A denunciante também voltou a falar sobre o fato da rede social priorizar o crescimento da plataforma ao invés da segurança dos usuários. Ademais, também apontou regiões onde a empresa mais se beneficia disso, mencionando áreas da África, Ásia e Oriente Médio, onde o Facebook não conhece o idioma ou cultura e existem divisões exageradas entre os usuários da plataforma.

Ao ser questionada por um membro do comitê da Escócia, John Nicolson, se o Facebook é mau, Haugen respondeu: “Não consigo ver o coração dos homens”.

A denúncia

Os olhos da Justiça se voltaram para o Facebook após Frances Haugen vazar documentos da empresa ao jornal The Wall Street Journal, o que jogou a rede social em uma teia de crises. Além da denúncia de não segurança aos usuários, Frances também já comentou em outras ocasiões o fato da rede social prejudicar as crianças, alimentar a divisão e enfraquecer a democracia americana.

A delatora também revelou resultados de uma pesquisa interna da companhia que constatou que o Instagram é tóxico para adolescentes.

Haugen já depôs no Senado dos Estados Unidos no começo de outubro e, desde que revelou sua identidade ao programa “60 minutos”, tem se empenhado em uma campanha para ‘desmascarar’ o Facebook.

Ainda de acordo com o NY, depois de testemunhar perante legisladores britânicos, Haugen deve se reunir nas próximas semanas com autoridades em Bruxelas, Paris e Berlim. Ela também deve falar em uma conferência do setor de tecnologia em Lisboa.

Foto de Mark Zuckerberg
Ex-funcionária que denunciou Facebook depõe no parlamento britânico: “agora é a hora de agir”. Imagem: COM & O/iStock

“Apesar de todos os problemas que Frances Haugen está tentando resolver, a Europa é o lugar para se estar”, disse Mathias Vermeulen, diretor de políticas públicas da AWO, uma firma de advocacia e firma de políticas que está entre os grupos que trabalham com Haugen nos Estados Unidos Estados e Europa.

Leia mais!

A ideia é que, conforme ouvem o depoimento da ex-funcionária, legisladores britânicos consigam redigir um novo regulador da Internet que possa impor multas bilionárias se nada for feito para impedir a disseminação de discurso de ódio, desinformação, abuso racista e segmentação de conteúdo prejudicial para crianças.

Ainda segundo o jornal, o governo da Europa pode ser mais rápido em regulamentar normas relacionadas à tecnologia do que os Estados Unidos.

De acordo com o cronograma, no final desta semana, representantes do Facebook, Google, YouTube, Twitter e TikTok também devem testemunhar perante o comitê britânico.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!



VER MATÉRIA ORIGINAL

Latest Posts

Não Deixe de Ler