terça-feira, novembro 30, 2021

Últimas Postagens

estimativa do volume exportado por Mato Grosso aumenta 6%

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) realizou a terceira estimativa de oferta e demanda da soja em grão, trazendo atualizações nas perspectivas para as safras 2020/21 e 2021/22 no estado.

No que se refere ao ciclo 2020/21, a oferta se manteve em relação ao relatório do último trimestre – elevação de 1,83% se comparado ao período 2019/20 – motivada por uma maior produção nesta safra.

Em relação à demanda, o câmbio favorável para a competitividade do grão matogrossense e a forte procura externa levaram a um acréscimo de 5,93% na estimativa do volume exportado por Mato Grosso em relação à safra anterior, que pode atingir 23,61 milhões de toneladas neste ciclo. No comparativo com o relatório anterior, a projeção dos embarques foi elevada em 2,04%, sob influência do cenário favorável para a exportação no período.

Para o consumo interestadual, o Instituto estima que as aquisições de soja atinjam 2,03 milhões de toneladas, decréscimo de 26,18% em relação ao passado, motivado pela maior oferta do grão nos outros estados brasileiros.

Consumo interno de soja

Com relação ao consumo interno, a menor oferta da oleaginosa nos meses finais do ano e consequentemente os preços mais elevados levaram a uma redução na expectativa de processamento do grão para a safra 20/21 em comparação ao relatório anterior, estimada em 10,38 milhões de toneladas. No que tange aos estoques finais da safra, a projeção é de 45,66 mil toneladas para o fim da temporada.

Para a safra 21/22, a elevação de 3,77% na produção levou a um incremento de 3,85% na oferta em relação ao ciclo anterior. No lado da demanda, o processamento do grão deve ser elevado em 4,53% em relação à safra 20/21, dado a perspectiva otimista das esmagadoras quanto a oferta da próxima safra.

No que se refere às exportações, o cenário favorável para a demanda da soja no mercado externo e o dólar em altos patamares, que colabora para a competitividade do grão matogrossense, levou a um incremento de 2,88% na projeção do Instituto, estimada em 24,29 milhões de toneladas. Por fim, com uma maior oferta, os estoques de passagem ficaram estimados em 329 mil toneladas para a temporada 21/22.

 

VER MATÉRIA ORIGINAL

Latest Posts

Não Deixe de Ler