terça-feira, novembro 30, 2021

Últimas Postagens

Brasil deve exportar até 3,4 milhões de toneladas em outubro

As exportações brasileiras de soja em grão deverão ficar entre 3 milhões e 3,4 milhões de toneladas em outubro, conforme levantamento semanal da Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (ANEC). Em igual período do ano passado, os embarques ficaram em 2,17 milhões de toneladas, ou seja, 56% menores do que no décimo mês de 2021. Em setembro, o país exportou 4,7 milhões de toneladas.

Na semana entre 10 e 16 de outubro, o Brasil embarcou 509,97 mil toneladas. Para o período entre 17 e 23 de outubro, a ANEC indica a exportação de 944,96 mil toneladas. No acumulado do ano, a Associação projeta embarques de até 82,37 milhões até o final de outubro.

Para o farelo de soja, a previsão é de embarques de 1,34 milhão de toneladas em outubro. No mesmo mês do ano passado, o total exportado foi de 1,33 milhão de toneladas. Em setembro, volume ficou em 1,46 milhão de
toneladas. Na semana passada, as exportações ficaram em 274,05 mil toneladas e a previsão para esta semana é de 439,9 mil toneladas. No acumulado do ano, os primeiros dez meses devem fechar com 14,1 milhões de toneladas embarcadas.

Portos

O Porto de Rio Grande (RS) foi o principal exportador de soja em grão do Brasil em setembro de 2021. Ao todo, foram 1,419 milhão de toneladas exportadas no mês, alta de 11% em relação a setembro de 2020. Já o porto de Paranaguá (PR) exportou 1,094 milhão de toneladas no mês. São Luiz (MA), por sua vez, exportou 760 mil toneladas e Santos (SP) embarcou 219,3 mil toneladas.

Quanto ao farelo, o porto de Santos (SP) foi o principal responsável pelas exportações de farelo de soja em setembro de 2021, embarcando 472,5 mil toneladas do subproduto. O volume é 1% inferior ao exportado um ano antes. Paranaguá (PR) ficou em segundo lugar, com 350,6 mil toneladas – queda de 13% – e Rio Grande (RS) em terceiro, com 286,7 mil, alta de 20%.

VER MATÉRIA ORIGINAL

Latest Posts

Não Deixe de Ler