quarta-feira, dezembro 1, 2021

Últimas Postagens

Boring Company, de Elon Musk, ganha contrato de 50 anos para fazer ‘Teslas em túneis’ em Las Vegas

A Boring Company, empresa de infraestrutura e de construção de túneis fundada por Elon Musk em 2016, vai furar ainda mais o subsolo de Las Vegas. Em um contrato de franquia de 50 anos aprovado agora pelo Condado de Clark (onde fica situada a “Cidade do Pecado”), o chamado Vegas Loop será uma rede de túneis para veículos envolvendo aproximadamente 47 quilômetros.

O planejamento conta com 51 estações, sendo a aprovação apenas para o alinhamento da rota proposta. Cada uma das paradas planejadas precisará de autorização e licenças separadas de uso do solo antes de ser desenvolvida. A Boring Company já opera uma versão pequena desse sistema “Teslas em Túneis” sob o Centro de Convenções de Las Vegas (LVCC).

publicidade

Teslas na jogada

Veículos elétricos autônomos da Tesla deverão viajar em alta velocidade entre estações para transportar pessoas – Imagem: The Boring Company)

O sistema de túneis permitirá aos passageiros pegar carona em Teslas de uma estação a outra. As paradas podem ser lugares como os cassinos de hotéis na Las Vegas Strip, o novo estádio de futebol da cidade, o Centro de Convenções local e o Aeroporto Internacional McCarran.

Veículos autônomos da montadora de Elon Musk estão nos planos para realizarem o transporte na rede, que será ponto a ponto, sem que os passageiros precisem parar em cada estação ao longo do caminho. Entretanto, a Boring contará com motoristas humanos pilotando os carros Tesla, até um software entrar na jogada para fazer as viagens de forma automática.

No LVCC, onde a Boring começou a operar este ano, os veículos têm pessoas no volante. Esta rede de túneis (LVCC Loop), com 2,4 km de extensão, liga o pavilhão de exposições do LVCC com os pavilhões Norte, Central e Sul, sendo dois túneis para veículos e um túnel para pedestres, com três estações no total.

Até 57 mil passageiros nos túneis

Além dos quase 47 km de abrangência e das 51 estações, o Vegas Loop está planejado para atender até 57 mil passageiros. De acordo com os responsáveis, nenhum dinheiro do contribuinte será gasto na construção do empreendimento.

A Boring deve arcar com os custos da construção dos túneis principais, que deve contar com sua nova máquina tuneladora Prufrock, com cassinos de hotéis ou outras empresas pagando pela construção das estações que desejarem ter. Steve Davis, presidente da Boring, disse que o sistema seria construído em fases. Da forma como o túnel é configurado, assim que uma estação individual for concluída, ela ficará online imediatamente.

Os planos iniciais preveem que de 5 a 10 estações entrem em operação nos primeiros seis meses após o início das construções, disse Davis. Depois disso, entre 15 a 20 estações seriam adicionadas a cada ano, até que a rede esteja totalmente completa.

Na parte de segurança Davis aponta que 45 simulados já foram realizados, envolvendo socorristas locais no circuito do Centro de Convenções da empresa, que já está em operação. Esses exercícios incluíram treinamento de resgate em túnel.

Preços “camaradas”

Segundo o site da Boring, os passageiros do Vegas Loop devem encontrar três faixas distintas de preço para serem transportados pelos túneis. Como amostras, há o trajeto de 4,5 km do centro de Las Vegas até o LVCC custando US$ 5 por veículo (cerca de R$ 28). Ir do Allegiant Stadium ao LVCC é um dólar mais caro e custaria em nossa moeda algo como R$ 34 por carro percorrendo um trecho de quase 6 km. Já por US$ 10 (R$ 57), é possível ir ao Centro de Convenções saindo do aeroporto McCarran, uma corrida de quase 8 km.

mapa da Boring Company com a extensão do Vegas Loop
Vegas Loop incluirá LVCC Loop e quaisquer extensões de serviço futuras – Imagem: The Boring Company

Para fãs de Elon Musk os valores anunciados são interessantes, sendo mais competitivos do que serviços de carona por aplicativo, como Lyft e Uber. Com a vantagem de tempo de percurso mais rápido no Las Vegas Loop, que é inteiramente percorrido no subterrâneo e evita congestionamentos, por exemplo.

Aliás, este é um dos motivos apontados pela Boring Company sobre os túneis serem uma solução melhor do que outras opções de trânsito. A empresa argumenta que, para resolver o problema do tráfego, “as estradas devem ser 3D, o que significa que são necessários carros voadores ou túneis. Ao contrário dos carros voadores, os túneis são à prova de intempéries, ficam fora de vista e não caem na sua cabeça”.

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal.



VER MATÉRIA ORIGINAL

Latest Posts

Não Deixe de Ler