domingo, novembro 28, 2021

Últimas Postagens

21 pessoas sobrevivem a acidente de avião no Texas

Uma viagem para assistir a uma partida de beisebol quase terminou em tragédia em Waller County, no Texas, Estados Unidos, quando uma falha de decolagem num avião comercial particular resultou num acidente explosivo — porém, milagrosamente, sem nenhuma fatalidade.

Às 10 da manhã de ontem (19/10), um McDonnell Douglas MD-87, com tripulação de 3 pessoas e 18 passageiros, tentou alçar voo do Houston Executive Airport rumo a Boston, no estado de Massachussets.

publicidade

Porém, o MD-87 não conseguiu ganhar altitude suficiente para a decolagem e chocou diretamente com uma cerca. A aeronave atravessou a Morton Road, destruindo a estrada, e foi parar em um campo aberto próximo à pista de pouso, em chamas.

A tripulação e os passageiros — dentre eles, uma criança de 10 anos de idade — escaparam ilesos, apesar do estágio do incêndio. O contingente, composto de torcedores do Houston Astros, fazia a viagem para assistir à partida de hoje (20/10), onde a equipe enfrentaria os Red Sox em casa.

Sobreviventes do acidente no Texas escaparam por milagre

Em depoimento à imprensa local, o Sargento Stephen Woodard, do Departamento de Segurança Pública do Texas, afirmou que o número de casualidades neste acidente de avião era um milagre. Ele afirmou:

“Essa é, na verdade, uma data de celebração para muitas pessoas. Ninguém está morto e, cara, isso é um sentimento incrível para nós, como respondentes imediatos.”

Ao todo, não houve feridos. Segundo uma publicação do juiz de Waller County, Trey Dehon, apenas um dos passageiros alegou sentir “uma leve dor nas costas” após o incidente.

Avião que partia do Texas tinha capacidade para 130 passageiros

Segundo as autoridades do Texas, a causa do acidente de avião ainda não está clara, e o Conselho Nacional de Segurança de Voo investigaria o incidente. Até o momento não há causa anunciada.

É possível que, ao perceber que não ia decolar, o piloto tenha decidido frear o avião antes do impacto, porém, por se tratar de um avião antigo e pesado, o atrito tenha iniciado um incêndio no eixo dos pneus, cujas chamas se espalharam após a colisão.

Datando de 1985, um MD-87 possui capacidade para 130 passageiros, e uma viagem de Waller County até Boston tem cerca de 3 mil quilômetros de percurso — o que levaria 3 horas e meia de voo sem escala. A distância é próximo da autonomia da aeronave, que faz até 2,370 milhas náuticas (4,390 km) sem tanques auxiliares.

Um voo desses exigiria que o avião se mantivesse próxima da capacidade total de combustível, que é de 22,100 L. O MD-87 poderia estar pesado demais para decolar na pista designada, o que resultaria na dificuldade de voo.

A pista destinada para a decolagem tinha 6.610 pés (cerca de 2 km), o que, segundo o FlightGlobal, deveria ser suficiente para o avião alçar voo. O inquérito deve apurar se houve erro de cálculo, ou se a falha foi instrumental, técnica ou ambiental.

Imagem: Bjoern Wylezich/Shutterstock

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!



VER MATÉRIA ORIGINAL

Latest Posts

Não Deixe de Ler