terça-feira, outubro 19, 2021

Últimas Postagens

Projeto capacita empresários rurais para entrar no mercado de exportação

Os números do agro brasileiro no cenário internacional impressionam. O Brasil é o maior exportador de carne bovina do mundo e o segundo que mais vende grãos para outros países, além de uma diversidade de produtos.

Apenas no ano passado as exportações do agronegócio alcançaram um total de US$ 100,81 bilhões. A soja produzida aqui movimentou US$ 35,24 bilhões em 2020, com 101,04 milhões de toneladas exportadas. Nossas carnes também figuram entre as primeiras colocações do ranking mundial, com US$ 17,16 bilhões em exportações no ano passado. Isso para citar apenas alguns de nossos produtos, pois o país também é muito relevante no comércio de diversas outras culturas, como o milho, o café e o açúcar, por exemplo.

Esses dados mostram que a exportação é uma realidade bem relevante para os produtores rurais brasileiros e ainda há espaço para crescer. Mas você já parou para se perguntar como a negociação para exportar um produto acontece? Ou o que é necessário para fazer parte desse mercado?

Pensando nisso, a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, a Apex-Brasil, atua em duas frentes: promover os produtos e serviços do nosso país no exterior; e qualificar os empreendedores brasileiros para acessar o mercado internacional.

Essa qualificação acontece, principalmente, por meio do Programa de Qualificação para Exportação (Peiex). O projeto conta com núcleos em todas as regiões do país por meio de parcerias com instituições de ensino (universidades, parques tecnológicos ou fundações de amparo à pesquisa) ou federações da indústria e tem como objetivo principal levar conhecimento às empresas brasileiras para que elas iniciem o processo de exportação de forma planejada e segura.

O programa funciona assim: os técnicos do projeto visitam a sua empresa para identificar os pontos que precisam ser ajustados e te orientam sobre os pré-requisitos para entrar no mercado internacional. E para participar será necessário investir apenas nas melhorias que forem necessárias ao seu próprio negócio.

Para o setor do agro, temos o Peiex Agro, com metodologia específica para os setores de café especial, cachaça, frutas frescas, lácteos, mel e proteína animal (frango). Desenvolvido em parceria com entidades setoriais com experiência no comércio internacional, o atendimento é especializado e conta com estudos de inteligência de mercado. O participante tem à disposição conteúdos exclusivos que ajudam na definição do melhor país para iniciar as exportações, na identificação dos protocolos sanitários e fitossanitários exigidos pelos principais destinos internacionais e no levantamento dos certificados e requisitos de conformidade necessários para que o produto possa acessar o mercado internacional. Todos os demais setores do agro também são atendidos pelo Peiex.

A Apex-Brasil faz a conexão das empresas rurais com o mercado de exportação através da participação em feiras, missões comerciais internacionais e rodadas comerciais com compradores estrangeiros.

Também é possível participar de eventos virtuais como o Agro Meet & Export, uma série de encontros online com inscrição gratuita para qualificar as empresas e definir estratégias práticas para vender para mercados como a Europa, China, Estados Unidos, Emirados Árabes, entre outros.

Então, se você quer aprender a valorizar a sua produção para acessar o comércio internacional, visite o site da ApexBrasil e comece a se preparar para fazer parte das exportações do agro brasileiro.

VER MATÉRIA ORIGINAL

Latest Posts

Não Deixe de Ler