domingo, outubro 17, 2021

Últimas Postagens

O que é Low-code? Compreenda mais sobre o tamanho desse mercado

A utilização de plataformas low-code podem ser muito importantes para conseguir simplificar, diminuir o custo e acelerar os processos relacionados ao desenvolvimento de software, por isso é importante conhecer as ferramentas para identificar suas utilizações.

As plataformas low-code são uma inovação muito importante dentro do conceito de programação, uma vez que elas permitem uma maneira muito mais visual e intuitiva de realizar o trabalho.

O mundo tem passado por um importante processo de transformação digital, onde a tecnologia e os avanços tecnológicos cada vez mais fazem parte do dia a dia das pessoas.

Por conta disso, a necessidade de profissionais qualificados tem aumentado bastante.

Antes, programar era um processo muito complexo, onde você dependia de códigos extensos de programação para realizar ações básicas, o que está aos poucos ganhando novas alternativas, como a oferta de curso de excel avançado a distancia.

Isso porque as plataformas low-code conseguem realizar uma série de ações sem que você precise de fato escrever o código que está sendo inserido, trabalhando com um método muito mais intuitivo e que reduz muito a necessidade de ter um conhecimento avançado.

Vale lembrar que, ações mais complexas e profundas ainda dependem desse tipo de interação em uma consultoria de informatica SP, tornando o low-code uma excelente maneira de aprendizagem. 

Dessa forma, um programador iniciante na área pode criar muito mais com esse tipo de código, diminuindo sua curva de aprendizado e o risco de erros.

Entretanto, a qualidade dos low-codes não fica restrita aos iniciantes no mundo da programação. 

Os profissionais com qualificação de cursos tecnicos EAD (Ensino a Distância) e de experiência têm utilizado esse tipo de ferramenta para conseguir diminuir o ciclo de desenvolvimento.

Estes profissionais conseguem alcançar a etapa de testes muito mais rapidamente quando agilizam a parte teórica da programação através de uma técnica mais inteligente e ágil para trabalhar.

Esse tipo de ação acaba sendo muito importante para você ter espaço no mercado para trabalhar com esse tipo de código, garantindo uma série de novas possibilidades para sua estrutura como um todo.

O que é a programação low-code?

O termo, que vem de Low Code Development Platform, e que também é comumente chamado LCPD, nada mais é do que uma plataforma mais visual para o desenvolvimento de softwares. Esse tipo de ferramenta tem inovado o mercado por sua simplicidade.

Através de uma série de interfaces gráficas, você utiliza a tecnologia de arrastar e soltar (drag-and-drop) para eliminar a necessidade de digitar manualmente as linhas de um determinado código para um software para franquias.

Assim, em questão de segundos, você pode estruturar uma plataforma que seria o equivalente a centenas de linhas de código digitadas, acelerando não só o processo que você está lidando no momento, mas também a produção como um todo.

Esse tipo de ferramenta permite que você desenvolva uma série de aplicações de forma muito mais simples, apoiando-se no visual e criando um material intuitivo e fácil de lidar, ideal para pessoas que estão iniciando sua jornada na programação.

Além disso, é necessário ter um programador experiente em sua equipe, dadas as limitações de utilização que esse formato oferece. Ainda que ele agilize muito boa parte do trabalho, em algum momento o profissional terá de entrar em ação.

Isso significa que você terá um processo muito mais ágil, onde a programação manual entrará como uma forma de suporte para o que foi desenvolvido até o momento da troca, garantindo uma estrutura melhor para o software de sistema de gestao para transportadoras que está sendo trabalhado por sua equipe.

Uma plataforma que utiliza o conceito de low-code normalmente possui alguns elementos importantes para se diferenciar de outras plataformas de programação.

O primeiro ponto é o IDE, ou Ambiente de Desenvolvimento Integrado. É aqui que você usará para criar as interfaces do software sendo trabalhado, uma ferramenta com suporte visual que garante um acesso mais direto aos dados e ao fluxo do trabalho em questão.

Diante disso, muitas plataformas utilizam conectores para serviços, que garantem a automatização direta de uma série de processos e da estrutura de dados, o que agiliza a parte do profissional, independente da etapa da programação em que ele se encontre.

Esse tipo de ação também é muito importante para você trabalhar com mais efetividade dentro desse conceito de interface amigável. Isso se torna muito mais relevante quando você está em estágios iniciais, onde pode agilizar o trabalho.

Para que isso ocorra, outra funcionalidade importante do low-code é sua capacidade de manutenção.

Por ser uma interface mais amigável, existem diversas ferramentas que automatizam a manutenção e a busca por erros, o que pode ser muito prejudicial a longo prazo.

Por conta destes elementos, cada vez mais empresas têm começado a se adaptar para esse tipo de atividade, garantindo uma estrutura mais enxuta para o processo de operação e para utilização de suas ferramentas, como um sistema de gestão de ativos de maneira mais efetiva.

Isso acabou popularizando o low-code no mercado, com plataformas cada vez mais completas e com uma interatividade muito maior, garantindo um aumento na gama de possibilidades que você pode aplicar a essa técnica.

Isso acaba sendo muito importante para ampliar suas possibilidades e resultados com esse tipo de operação, o que acaba por popularizar o low-code e permite ainda mais avanços nesse tipo de estrutura.

Os benefícios do low-code

Agora que você já conhece um pouco mais sobre o low-code, é importante entender suas vantagens e porque tantas empresas têm adotado esse método. 

Isso ajudará sua companhia a identificar se é o elemento que você precisa para conseguir resultados adequados.

Vale lembrar, entretanto, que cada corporação é única, e isso acaba sendo uma importante maneira de se destacar de forma efetiva, aprimorando esse tipo de técnica e trazendo-a para sua realidade, onde você pode conquistar resultados positivos.

Aceleração de desenvolvimento

Talvez a maior vantagem do low-code seja a aceleração do processo de produção. Com essa técnica, você elimina a necessidade de escrever centenas de linhas de código, reduzindo isso a alguns segundos através da plataforma.

Além disso, é importante ter em mente que esse tipo de automação é muito importante para evitar o fator de erro humano. Quando você faz uma linha de programação manualmente, existe uma chance de escrever algo errado.

Depois de terminar os códigos, você leva o projeto para testes e ali vão ser apresentados os erros, que devem ser identificados na linha correta e alterados para você usar a ferramenta de gestão administrativa condominial de maneira funcional.

Entretanto, com o low-code os códigos já são pré-moldados, uma vez que a plataforma permite que você apenas arraste elementos necessários para a interface que está sendo programada, garantindo assim uma estrutura mais adequada para seu projeto.

Melhorias na produção

Outro ponto que é diretamente afetado pela utilização desse modelo de negócios é a produtividade. Isso porque quanto mais rápido você montar a estrutura básica do projeto, menos tempo levará para desenvolver estes programas.

Isso diminui também os custos de desenvolvimento do projeto, maximizando assim o trabalho dos colaboradores, possibilitando uma criação muito mais rápida e efetiva para seu negócio. Isso garante também que você possa manter sua equipe, sem precisar de mais contratações.

Quanto mais você produzir dentro de um período de tempo pré-determinado, maiores serão as chances de crescimento de sua empresa.

Alterações em instantes

Outra grande vantagem do low-code é justamente sua capacidade de adaptação. Em instantes, você consegue estruturar seu projeto e reavaliá-lo completamente, adicionando ou removendo elementos conforme julgar necessário.

Esse tipo de modificação pode demorar dias em um processo manual, mas apenas alguns toques no mouse com uma ferramenta de assessoria fiscal de qualidade tratada com a técnica de low-code.

Melhor experiência do usuário

O mercado hoje possui uma atenção especial ao usuário durante uma negociação, isso em qualquer etapa do processo como:

  • Aquisição;
  • Leads;
  • Venda;
  • Pós-venda.

Quando um usuário está buscando resultados, ele deseja ser surpreendido pela empresa e ter uma avaliação positiva de sua contratação. 

Por isso, ter uma ferramenta que permite que você trabalhe os desejos do cliente de maneira rápida é muito importante.

Esse tipo de processo acaba ajudando muito a aumentar seu potencial de vendas, uma vez que você tem uma personalização rápida e prática desse tipo de código.

Considerações finais

O low-code é uma excelente experiência para apresentar em sua empresa para aumentar sua capacidade de produção e habilitar profissionais a trabalharem efetivamente com essa etapa.

Uma vez que esse tipo de ferramenta ajuda a diminuir a complexidade do desenvolvimento de um software, é importante que você consiga trabalhar com mais qualidade nesse tipo de recurso, tendo uma estrutura mais adequada.

Dessa forma, você terá um processo mais rápido e ágil, podendo entregar em um período muito menor os resultados prometidos para seus clientes, conquistando assim um posicionamento muito melhor no mercado.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

VER MATÉRIA ORIGINAL

Latest Posts

Não Deixe de Ler