terça-feira, outubro 19, 2021

Últimas Postagens

Contraste térmico marca o fim do inverno no Brasil; entenda as causas

Corumbá, município de Mato Grosso do Sul, registrou a maior temperatura do ano nesta segunda-feira, 20, véspera do feriado municipal dos 243 anos da cidade. A máxima foi de 43,9°C, de acordo com dados do Instituto Nacional de Meteorologia, o Inmet.

Enquanto isso, um ciclone extratropical que vai dar origem a uma frente fria trouxe ventos de 90 km/h em Laguna, litoral de Santa Catarina e, na sequência deste sistema, há a entrada de uma massa de ar de origem polar que vai derrubar as temperaturas no Sul. A mínima prevista é de apenas 0°C na manhã desta quarta-feira, 22, início da primavera.

Todo este contraste térmico provoca ventania que vai se estender da costa de Santa Catarina até o Rio de Janeiro, deixando o mar bastante agitado com rajadas superiores aos 90 km/h. “Há risco de temporais e queda de granizo entre Santa Catarina e o Paraná nas próximas 24 horas”, diz Desirée Brandt, meteorologista.

Nesta quarta-feira, 22, volta a chover sobre o leste de Minas Gerais e a chuva prossegue na faixa leste do Paraná e São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e sul da Bahia, mas com fraca intensidade, devido à passagem da frente fria e um sistema de baixa pressão atmosférica em alto mar. Atenção ao litoral paulista e fluminense para o risco de chuva moderada a forte ao longo deste primeiro dia de primavera.

Na região Norte, o tempo instável persiste em praticamente todas as áreas, com destaque para o Acre, Amazonas e norte de Rondônia onde os temporais ocorrem com maior intensidade. No litoral desde o Maranhão até o Pernambuco, a chuva é rápida e passageira. Nas demais áreas do país o tempo seco e quente persiste.

VER MATÉRIA ORIGINAL

Latest Posts

Não Deixe de Ler