domingo, outubro 17, 2021

Últimas Postagens

Concorrente mais jovem do YouTube, como o TikTok se tornou uma febre?

Desde a sua fundação, lá por volta de 2010, a internet era para escritores, entre postagens de Usenet, blogs, páginas da web, LiveJournal, Facebook inicial, Reddit e assim por diante. Tanto que permaneceu assim por muito tempo porque o vídeo exigia habilidade para conceber, filmar e editar. Mas como evoluiu ao ponto de chegar no momento do TikTok?

Embora o YouTube tenha sido fundado em 2005, não foi até os smartphones colocarem uma câmera em cada bolso que o vídeo ser algo possível para o público em geral. E então veio o TikTok, a primeira empresa gigante chinês da tecnologia a se tornar bem-sucedido no Ocidente, sendo que surgiu ao fornecer ferramentas inteligentes para ajudar as pessoas comuns a fazerem vídeos curtos que outras pessoas gostariam de assistir. 

publicidade

Chris Stokel-Walker estudou os principais protagonistas do YouTube e agora, está de volta com o TikTok Boom: o app Dynamite da China e a corrida da superpotência pelas mídias sociais , que é uma obra sobre o concorrente mais jovem e mais moderno da plataforma.

Inclusive, ele comenta no livro que só assiste vídeos do TikTok no Twitter, o que significa – na minha opinião dele – que os melhores estão sendo curados para mim – como o castor selvagem ferido, sendo reabilitado em uma casa de TikToker qualificada, que pratica fazer represas com sapatos e outros objetos domésticos. 

Leia mais:

Boa parte da obra rastreia as origens da empresa, examina o modelo de negócios e estuda como os indivíduos usam e lucram com a plataforma. Além disso, inclui perfis de estrelas para garantir que eles fiquem, já que o YouTube inspirou um ecossistema de serviços para apoiar seus criadores.  

O autor explora o que ele pode ver do funcionamento do algoritmo, que é construído em um modelo diferente do YouTube. Com isso, o TikTok testa vídeos e os mais assistidos, assistidos novamente e compartilhados recebem as recomendações mais altas e também são mais propensos a chegar aos feeds personalizados.

Fonte: Zdnet

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!



VER MATÉRIA ORIGINAL

Latest Posts

Não Deixe de Ler