terça-feira, agosto 16, 2022

Últimas Postagens

INSS: Como agendar atendimento presencial nas agências durante pandemia?

O atendimento presencial nas agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) só irá acontecer mediante agendamento prévio. Essa é a maneira encontrada pelo órgão para evitar aglomerações e a propagação da Covid.

O Instituto pede que os segurados busquem usar os recursos disponíveis nos canais remotos de atendimento. Sendo assim, os cidadãos têm a disposição a Central de Atendimento 135 e o site e aplicativo Meu INSS.

Na Central de Atendimento do INSS, o atendimento funciona das 07h às 22h (horário de Brasília), de segunda-feira a sábado. O segurado pode usar o telefone fixo, aparelho celular ou telefone público para realizar a ligação. No celular é cobrado o valor de uma ligação local.

Para o atendimento pela Central de Atendimento do INSS será necessário informar alguns dados pessoais, como número do CPF, número de inscrição na Previdência Social, número do NIS/PIS ou NIT (para os contribuintes individuais e domésticos), CNPJ ou CPF do empregador e o número do benefício, caso possua.

O INSS informa que em nenhum caso são solicitadas senhas ou dados financeiros. Na Central é possível fazer agendamentos, remarcações, consultas, requerimentos de prorrogação, solicitar revisão de benefícios, obter orientações e informações e registrar reclamações, elogios ou denúncias.

No portal e aplicativo Meu INSS é disponibilizado mais de 90 serviços. O acesso é por meio do número do CPF e da senha registrada. Esse sistema é possível ser acessado todos os dias, 24 horas por dia.

Agendar atendimento presencial no INSS no sistema online
Acesse a página do Meu INSS ou o aplicativo;
Faça o login, inserindo o CPF e a senha de acesso;
Clique em “Agendamentos/Solicitações ”;
Clique em “Novo requerimento”;
Escolha o serviço;
Acompanhe o pedido em “Resultado de requerimento”;
Compareça na data marcada.

Devido à pandemia de Covid-19, as agências permaneceram fechadas por meses no ano passado. Além disso, o retorno aconteceu de forma gradual e, até o momento, parte das agências está funcionando.

Com isso, o Instituto conta com uma fila de espera com mais de 500 mil solicitações para atendimento. Por esse motivo, os atendimentos estão acontecendo em até 30 dias. A lei determina que o órgão conclua a análise do benefício em até 45 dias.

Fonte: FDR

Latest Posts