terça-feira, junho 28, 2022

Últimas Postagens

Calendário do Auxílio Emergencial 2021: veja quem receberá primeiro

Já está pronto o novo calendário do Auxílio Emergencial em 2021. O presidente da República Jair Bolsonaro assinou a Medida Provisória nº 1.039 com as regras que regulamentam a nova fase de pagamentos e na noite de ontem em transmissão ao vivo deu mais detalhes sobre o Auxílio 2021. Bolsonaro estava acompanhado do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, que garantiu que o calendário das novas parcelas do Auxílio já está pronto e será divulgado assim que Bolsonaro aprovar o cronograma.

O ministro da Cidadania, João Roma, confirmou nesta sexta (19) em entrevista ao jornal O Globo que o calendário completo do auxílio emergencial vai sair na semana que vem e que os primeiros a receberem serão aqueles que estão fora do grupo do Bolsa Família, os inscritos pelo app da Caixa. O Bolsa Família já teve o calendário do auxílio divulgado – veja mais abaixo.

Os pagamentos começam no início de abril e terão 4 parcelas com valores entre R$ 150 e R$ 375, conforme a unidade familiar do beneficiário. Desta vez, apenas uma pessoa por família terá direito às novas parcelas, diferentemente do ano passado, quando o auxílio foi pago para até 2 pessoas por família.

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, informou a contratação de mais 7 mil funcionários para o atendimento nas agências. “O Ministro [da Cidadania, João] Roma e eu vamos mostrar para o senhor o calendário [de pagamento do Auxílio], que já está pronto, e após o senhor aprovar o calendário do Auxílio o senhor anuncia ele. Estamos preparados para fazer uma operação de pagamento para dezenas de milhões de pessoas de uma maneira tranquila, aonde não tenha aglomeração, paguemos de uma maneira digital e com mais 7.700 pessoas que já na próxima semana deverão começar a trabalhar”, esclareceu Guimarães.

Os pagamentos fazem parte da retomada do benefício, articulada pelo governo federal e pelo Congresso Nacional após o agravamento da pandemia da Covid-19 no início deste ano. Após discussões entre a equipe econômica do governo e os presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, ficou decidido que o Auxílio Emergencial voltaria a ser pago em quatro parcelas de R$ 250, só que dessa vez para um número menor de beneficiários.

Auxílio Emergencial vai chegar para 45 milhões

Conforme divulgado pelo Ministério da Cidadania, nesta segunda fase de pagamentos o benefício será destinado para 45,6 milhões de pessoas. Terão direito às novas parcelas do Auxílio Emergencial os beneficiários do Bolsa Família, inscritos no Cadastro Único, desempregados e trabalhadores informais.

Para esta nova fase de pagamentos, o governo federal não abrirá novo prazo de cadastramento. Portanto, terá direito a receber as quatro parcelas quem se cadastrou até 02 de julho do ano passado e não estava com o benefício cancelado em dezembro. As novas parcelas serão pagas novamente pela Caixa Econômica Federal por meio do aplicativo Caixa Tem. Quem já recebeu o benefício em conta digital no ano passado deve ficar atento ao prazo de atualização cadastral no aplicativo.

Valor do Auxílio Emergencial 2021

Na MP nº 1.039 publicada no dia 18 de março, o governo federal confirmou os novos valores do Auxílio Emergencial para 2021. Serão três valores variáveis, de acordo com a composição familiar do beneficiário:

  • R$ 150 para pessoas que moram sozinhas (família unipessoal)
  • R$ 250 para casais com ou sem filhos;
  • R$ 375 para mulheres chefes de família (família monoparental).

As novas parcelas continuarão sendo creditadas em conta poupança digital no aplicativo Caixa Tem e da mesma forma que os pagamentos anteriores terão calendários distintos para crédito e saque do benefício.

Calendário Auxílio Emergencial em 2021

Segundo o presidente da Caixa, o calendário das novas parcelas do Auxílio Emergencial já está pronto e aguarda somente a aprovação do presidente Jair Bolsonaro para ser divulgado. A intenção do governo era aprovar a PEC Emergencial e editar a medida provisória a tempo de iniciar os pagamentos em março, o que não foi possível.

Já foi confirmado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, que a primeira parcela do Auxílio deve cair na conta dos 45,6 milhões de brasileiros já na primeira semana de abril. “Nossa expectativa, se fosse aprovado mais rápido (a PEC), mais rápido sai o dinheiro. Se isso tudo acontecesse em dezembro, a gente pagava em janeiro. Acontecendo agora, queremos pagar ainda em março e, possivelmente, sai em abril, mas é o pagamento já relativo ao mês de março”, afirmou o ministro.

Calendário Auxílio Emergencial 2021 para Bolsa Família

Neste ano, mais de 10 milhões de beneficiários do Bolsa Família serão contemplados com as parcelas do Auxílio Emergencial. Assim como nos pagamentos do ano passado, este grupo continuará recebendo o benefício de acordo com calendário específico do programa. No entanto, a novidade deste ano é que parte dos inscritos no BF poderão receber o Auxílio Emergencial no Caixa Tem. De dezembro a março, a Caixa realizou a transição dos beneficiários que ainda não possuíam conta bancária para o aplicativo, onde o cidadão pode movimentar os valores em conta poupança digital ou realizar saque e transferência.

Com a primeira parcela marcada para abril, os beneficiários do Bolsa Família irão receber o Auxílio Emergencial entre os dias 16 e 30/04. Confira o calendário completo abaixo:

Dígito final do NIS Data de pagamento

1 16 de abril
2 19 de abril
3 20 de abril
4 22 de abril
5 23 de abril
6 26 de abril
7 27 de abril
8 28 de abril
9 29 de abril
0 30 de abril

Cadastro no Caixa Tem deve ser atualizado

Está em andamento desde o dia 14 de março a atualização cadastral no aplicativo Caixa Tem. A iniciativa foi liberada pelo banco como forma de evitar novas fraudes nesta segunda etapa de pagamento do Auxílio Emergencial. Os beneficiários que receberam alguma das nove parcelas pagas no ano passado devem atualizar o cadastro no app Caixa Tem para receberem as novas parcelas entre março e junho.

Para fazer a atualização cadastral no Caixa Tem o beneficiário deve acessar a conversa “Atualize seu cadastro” no aplicativo e enviar os documentos que serão solicitados: uma foto (selfie) e documentos pessoais (RG, CPF e comprovante de endereço). A Caixa salienta que o envio deverá ser realizado totalmente pelo celular e não há necessidade de comparecer a uma agência. (Ache Concursos)

Latest Posts